Pesquisa e Indicadores Culturais

[vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default”][vc_column_text]29 de março, 12 ,26 de abril e 03 de maio | 18:00 as 21:30h
Profª Cristina Lins[/vc_column_text][vc_column_text]Apresentar a relevância da dimensão socioeconômica da cultura. Fornecer uma breve introdução sobre metodologia de pesquisas socioculturais: quantitativas e qualitativas, o uso da estatística nas pesquisas e os instrumentos de análise, com foco nos indicadores que contribuem para a avaliação das políticas culturais. Apresentar os principais resultados das pesquisas estatísticas culturais do Brasil do IBGE entre 2003 e 2016 e as recentes referências metodológicas internacionais em pesquisas culturais. Tem o objetivo de Promover um conhecimento sobre o processo da pesquisa em sua totalidade, sua utilização e utilidade dentro de etapas profissionais de diagnóstico, planejamento e monitoramento de projetos que tenham a finalidade de mensurar a opinião ou gerar conhecimento sobre mercados específicos.

Carga Horário: 12h
Valor: R$ 410[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Antropologia do Consumo Cultural

[vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default”][vc_column_text]03,10,17 e 24 de abril
Profª Dra Solange Riva Mezabarba
Currículo do Professor: Doutora em Ciências Humanas pela UFSC, Mestre em Educação pela UFSC, Especialista em Marketing pela ESPM, Graduada em Comunicação Social pela PUC/RS. Professora da ECO/UFRJ. Pesquisadora do Grupo de Estudos do Consumo, do Núcleo de Estudos da Modernidade/UFF e do Núcleo de Antropologia Audiovisual/UFSC
Ementa da Disciplina: Pesquisa teórica e de campo acerca da motivação social para o consumo de determinado produto e/ou ação cultural. A coerção social e o diagnóstico de demandas e vocações espontâneas na produção cultural. A pesquisa antropológica e de opinião na formação e desenvolvimento de novos nichos de mercado.
Objetivo da Disciplina: Ao final do curso, os estudantes deverão estar aptos a compreender o consumo em geral e de produtos culturais em especial, sob o ponto de vista antropológico nas sociedades contemporâneas.
Carga Horária: 12h
Valor: R$ 410,00[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Modelos de Sustentabilidade e Mecanismos de Financiamento

[vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default”][vc_column_text]14, 21 e 28 de Setembro   |  18:30h.
Profª  Mariana Várzea[/vc_column_text][vc_column_text]O curso apresentará as opções de financiamento existentes no mercado, subsidiará os alunos com ferramentas para identificar oportunidades e alternativas para sustentabilidade financeira em museus e entidades culturais. Apresentará o conceito do triângulo da sustentabilidade e a importância da instituição cultural não ficar dependente de uma única fonte de receita.

Serão apresentadas práticas de mercado para a obtenção de recursos financeiros na iniciativa privada, pessoa física, governo (3 esferas), fundações e associações – nacionais e internacionais.

Por fim serão apresentadas técnicas de reconhecimento de oportunidades do produto cultural, modelos de materiais de captação utilizados para prospecção de mercado para os mais diversos públicos e dados comparativos de museus para análise e compreensão das opções de financiamentos existentes.

Ementa da disciplina

  1. Modelagem de cardápio segmentado de opções de financiamento no mercado;
  2. Mapeando e desvendando editais;
  3. Planos de viabilidade econômica: da instituição ao produto;
  4. Sustentabilidade via recursos das leis de incentivos;
  5. Constituição de receitas diretas;
  6. Mapeamento de Fundos alternativos nacionais e internacionais
  7. Incentivos de mitigação de impacto ambiental/cultural/educativo de empresas para patrocínios.

 

Carga Horária: 9h
Valor: R$ 360,00

*Parcelado em até 3x no cartão ou pagamento a vista desconto de 15%[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Economia da Cultura

[vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default”][vc_column_text]31 de março | 18:30 h

Profª Drª Ana Carla Fonseca[/vc_column_text][vc_column_text]O curso tem como objetivo discutir os conceitos lapidares do tema, ampliar a visão do aluno quanto à esfera econômica de produtos e serviços culturais e enfatizar a imbricada relação entre economia, cultura e políticas públicas.
Esclarecer a configuração geral da cadeia integrada de valor dos produtos e serviços culturais, seus componentes e a concatenação entre eles e explicitar o potencial da cultural como base da estratégia de desenvolvimento socioeconômico.

Ementa da Disciplina
1. Harmonização de conceitos: economia e cultura
2. Trajetória histórica da economia
3. Aplicação e revisão de conceitos econômicos na esfera cultural
4. Cadeia integrada de valor – componentes da cadeia, processo de planejamento, interação com objetivos e condução das políticas públicas
5. Produção – agentes produtores e emprego cultural, estudos de impacto econômico
6. Mercado – concentração e canais alternativos de distribuição, equipamentos culturais
7. Demanda – estudos de hábitos e atitudes, estudos de consumo domiciliar
8. Instrumentos de regulação e intervenção – diretos, indiretos
9. Economia criativa – conceitos, direitos de propriedade intelectual
10. Tendências
15. Conclusão

Carga Horária: 12h
R$ 550,00

*Parcelado em até 3x no cartão ou pagamento a vista desconto de 15%[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default”][/vc_column][/vc_row]

Semiótica e a linguagem das exposições

[vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default”][vc_column_text]04,11 e 18 de abril | 18:00 as 21:30h.

Profª Drª Maria de Lourdes Parreira Horta[/vc_column_text][vc_column_text]O curso traz a abordagem semiótica e a nova visão do museu como um meio de comunicação. A Semiótica como instrumento e método para a compreensão dos modos de significação e de comunicação do Museu com o seu público; os códigos, sistemas de expressão e de interpretação das mensagens recebidas. A Fala e o Discurso do Museu: o processo de produção dos signos e de construção das mensagens. A Exposição: a realização da linguagem museológica. A desconstrução dos textos expositivos.

Carga Horária: 9h
Valor: R$ 374

*Parcelado em até 3x no cartão ou pagamento a vista desconto de 15%[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]