Bossa nova: um samba de muitas notas e muitos legados



O “maestro soberano” Antônio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim, o Tom Jobim, além de ser um dos criadores da bossa nova, é um dos mais maiores compositores da história da música brasileira. A data de nascimento dele, 25 de janeiro, foi escolhida para celebrar o Dia Nacional da Bossa Nova. Como gênero musical, a bossa nova uniu, no final dos anos 50, o samba a outros ritmos, como o jazz, com influências até mesmo a música clássica, e internacionalizou a música brasileira com suas harmonias rebuscadas e refinamentos melódicos.

Considerado um dos marcos iniciais da bossa nova, o LP Canção do Amor Demais, gravado por Elizeth Cardoso com músicas de Tom Jobim e Vinícius de Moraes, foi lançado em maio de 1958 e também contou com a participação do compositor João Gilberto. Nos anos seguintes, o estilo foi se consolidando e se confundiu com a própria carreira de Tom Jobim, que compôs clássicos como Garota de Ipanema, uma das músicas brasileiras mais conhecidas no exterior, Samba do Avião, Só Danço Samba, Ela é Carioca, Insensatez e O Morro Não Tem Vez, todas com o parceiro Vinícius de Moraes.

Songbooks Funarte

Como um dos gêneros musicais mais procurados por músicos brasileiros e estrangeiros, a bossa nova é destaque do projeto Songbook Online Internacional, lançado no ano passado pela Fundação Nacional de Artes (Funarte), vinculada ao Ministério da Cidadania. O projeto disponibiliza cerca de 1,2 mil partituras de obras de compositores brasileiros consagrados, em português, inglês, espanhol e francês.

Para o coordenador de Música de Concerto do Centro da Música da Funarte, José Schiller, a bossa nova é um dos movimentos mais importantes da história da música popular brasileira e um gênero musical que até hoje influencia e é cultuado no mundo inteiro. “Os três volumes do Songbook incluíram uma série de compositores de bossa nova, como Tom Jobim, Chico Buarque, Edu Lobo e Francis Hime, entre outros. As partituras presentes no Songbook são aquelas ouvidas, cultuadas, tocadas e muitas vezes procuradas no exterior”, explica.

Somente do maestro Tom Jobim, mais de 60 partituras foram cedidas pelo Instituto que leva seu nome. “A bossa nova é um estilo musical que influenciou o jazz, a música americana e a música de outros países. Criou filhotes como a new bossa, que surgiu na Inglaterra há alguns anos. O catálogo de partituras vem de alguma maneira cobrir uma pequena lacuna dessa demanda”, destacou Schiller.

Também vinculada ao Ministério da Cidadania, a Fundação Biblioteca Nacional (FBN) tem em seu acervo uma série de arquivos totalmente dedicados à bossa nova, como livros, discos, partituras e registros de música, entre outros. Todos os arquivos estarão disponíveis para a consulta pública ainda neste semestre na sede Escritório Regional Sudeste do Ministério da Cidadania, no Rio de Janeiro (RJ).

Tom Jobim

Nascido no bairro da Tijuca, no Rio de Janeiro, em 1927, Tom Jobim foi compositor, cantor, pianista, violonista, maestro e arranjador. Ainda adolescente, teve aulas de piano com o professor alemão radicado no Brasil Hans-Joachim Koellreutter. Na década de 50, tocou em bares e boates em Copacabana até ser contratado como arranjador pela gravadora Continental. Sua primeira composição gravada foi Incerteza, cantada por Mauricy Moura. E seu primeiro sucesso foi a canção Tereza da Praia, gravada por Lúcio Alves e Dick Farney pela Continental, em 1954.

Ao longo de sua carreira, teve parceiros como Vinícius de Moraes e João Gilberto e foi um dos principais atores na construção do movimento da Bossa Nova. Em 1991, passou a integrar o Songwriters’ Hall of Fame in New York (Salão da Fama de Compositores de Nova Iorque), ao lado de grandes compositores norte-americanos, como Cole Porter e os irmãos Ira e George Gershwin. Grande parte de sua inspiração vinha da fauna e da flora brasileiras e das belezas naturais do Rio de Janeiro, que estavam presentes em muitas de suas canções. Ao longo da vida, registrou aproximadamente 400 canções. Morreu em 1994, na cidade de Nova Iorque, aos 67 anos.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *