Brasil ultrapassa meta de lançar 150 filmes por ano até 2020

O Brasil atingiu três anos antes do prazo a meta de lançar ao menos 150 filmes por ano. Parte do Plano Nacional de Cultura (PNC), a meta estabelecida pelo governo federal em 2010 e com prazo para 2020 foi alcançada em 2017, quando foram lançados 160 filmes com um público de 17 milhões de pessoas, segundo a Agência Nacional do Cinema (Ancine). Em 2018, o número de películas brasileiras chegou a 171. O total ultrapassa em 14% a meta estabelecida e representa um crescimento de 131% em relação a 2010, quando foram lançados 74 filmes.

De acordo com o Observatório Brasileiro do Cinema e do Audiovisual, entre 2017 e 2018, houve crescimento de 34% do público em filmes nacionais, passando de 17 milhões para mais de 23 milhões de espectadores.

O secretário do Audiovisual da Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania, Pedro Henrique Peixoto, enxerga os resultados com entusiasmo e acredita nas múltiplas formas de alcance das produções nacionais. “Esses números comprovam a força do cinema brasileiro. Quanto mais filmes, mais empregos, mais inclusão, pois são filmes rodados em diversas regiões do território nacional. Por isso, vamos trabalhar para melhorar ainda mais esse resultado”, afirma.

O cineasta Bruno Barreto, que tem 40 anos de carreira e mais de 20 filmes lançados, destaca o atual momento do cinema nacional. “Nunca vivemos um ciclo tão virtuoso de produção como no momento”, afirma Barreto, que começou a filmar seu primeiro longa-metragem (Tati, a garota, de 1972) com apenas 17 anos.

Entre as ações do governo federal para a ampliação e valorização do cinema nacional está o Programa Nacional de Fomento ao Audiovisual (Proav), que ofereceu, em 2017, cinco editais com o objetivo de destinar mais de R$ 8,6 milhões para 135 projetos do setor, contemplando ainda projetos para canais web e aplicativos, além de festivais e mostras de audiovisual.

Metas

As informações sobre o monitoramento e os resultados das metas alcançadas pelo governo federal de 2010 até 2017 no campo da cultura estão disponíveis no site do Plano Nacional de Cultura. Os dados referentes a 2018 serão inseridos ainda neste primeiro semestre do ano.

A finalidade do Plano Nacional de Cultura, instituído pela Lei 12.343/2010, é o planejamento e implementação de políticas públicas de longo prazo voltadas à proteção e promoção da diversidade cultural brasileira. Os objetivos do PNC são o fortalecimento institucional e definição de políticas públicas que assegurem o direito constitucional à cultura; a proteção e promoção do patrimônio e da diversidade étnica, artística e cultural; a ampliação do acesso à produção e fruição da cultura em todo o território; a inserção da cultura em modelos sustentáveis de desenvolvimento socioeconômico e o estabelecimento de um sistema público e participativo de gestão, acompanhamento e avaliação das políticas culturais.

“Cumprir essa meta revela o engajamento do governo em valorizar a arte produzida no Brasil. Ao alcançar essa realidade, devemos continuar a unir esforços para que a presença do público cresça a cada ano”, afirma o secretário da Diversidade Cultural do Ministério da Cidadania, Gustavo Amaral, cuja secretaria é responsável pelo acompanhamento das metas do PNC.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *