O mês está acabando, mas ainda dá tempo de ter um respiro com as novidades que a videocamp traz para você

Você já sabe do nosso amor pelo cinema e pela educação, né? Acreditamos muito na potência da construção de uma educação audiovisual que combata estereótipos e amplie nosso repertório sociocultural. Inclusive, valorizamos e agradecemos muito cada educador(a) e mobilizador(a) que está conosco neste propósito! 
Unindo essas paixões, teremos o prazer de receber os filmes da terceira edição do Sementes Griôs – Festival de Cinema Interculturalinaugurando a temporada de Mostras deste segundo semestre em nossa plataforma!
  De 01/08 (neste domingo) até 06/08 . você poderá assistir a mais de 15 filmes realizados dentro e fora da escola, selecionados a partir dos seguintes temas:
  A terra deu, a terra dá, a terra cria

  Ancestralidade viva, presente!

  O Bem Viver: uma oportunidade para imaginar outros mundos

Clique aqui para conferir as obras no Videocamp
Realizado pela Semente – Escola de Educação Audiovisual em parceria com a Amora Produções, o Festival cria um espaço de partilha de saberes e experiências das comunidades tradicionais quilombolas, indígenas e ribeirinhas, celebrando e incentivando o resgate da ancestralidade dessas culturas na educação formal.
A programação online e gratuita também promoverá rodas de conversas com educadoras e educadores, cineastas e lideranças quilombolas e indígenas, além de uma vivência pedagógica. Você pode acessar o site oficial e as redes da Semente para conferir tudo!
 Vamos nos aliar a conteúdos que favoreçam a descolonização dos  .saberes e contribuam para práticas antirracistas? 
Além de ver os filmes, você pode nos ajudar convidando mais pessoas para assistir e participar da programação do Sementes Griôs. Aí vai um resumo das principais informações para você salvar e .compartilhar por aí:
 Terceira edição do evento No Chão da Escola:
Para discutir o papel da escola no combate ao racismo, o Instituto Alana realizou, nos últimos dias 27, 28 e 29 de julho, a terceira edição da jornada formativa No Chão da Escola, com o tema “Educação para relações antirracistas”. Para assistir ao evento na íntegra, basta acessar o site oficial.
 Festival Criança e Natureza 2021:
Em parceria com o Sesc, o Programa Criança e Natureza, do Instituto Alana, realizará 5 encontros, entre 17 e 19 de agosto, com convidados incríveis e intervenções artísticas. A proposta é debater e encontrar caminhos para ter escolas, bairros e cidades mais verdes e amigáveis para todas as crianças! Você pode se inscrever clicando aqui
Esperamos que esses filmes e dicas possam trazer inspiraçõesreflexões e espaços para que possamos semear, a cada dia, atitudes que impulsionem mudanças estruturais e apontem para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária.
 Spoiler:  em breve teremos mais uma super mostra chegando na plataforma. Ela vai nos ajudar a refletir sobre esportes e nossas relações com a natureza!
Para não ficar de fora de tudo que estamos preparando para você, nos acompanhe também no Instagram e Facebook. Vamos adorar bater um papo contigo por lá!
Por fim, se cuide, cuide do outro e contribua com a sociedade!
Seguimos juntas(os),
Equipe Videocamp

TRANSMISSÃO ON-LINE: Pensa Rio | Quais são as oportunidades de um Rio mais sustentável?

11 DE AGOSTO DE 2021

A próxima edição do Pensa Rio vai debater como o conceito de Net Zero Energia — edifícios, construções e habitações 100% autossustentáveis — pode gerar novas oportunidades de negócio para o estado.

Mais do que reduzir o consumo de energia e o impacto da emissão de carbono na atmosfera, essas edificações sustentáveis reafirmam o protagonismo do estado com o meio ambiente e têm potencial transformador para as empresas, contribuindo não apenas para melhores indicadores ESG e para a entrada em novos mercados, mas também com as metas dos ODS 7 e 11.

Abertura:

Sérgio Besserman | Professor, conselheiro da Casa Firjan, curador de clima e sustentabilidade do Museu do Amanhã e Coordenador Estratégico do Climate Reality Project Brasil

Convidados:

Winston Fritsch | Sócio & CEO da Struttura e da WF Consultores Associados Ltd.

Carlota Mingolla | Líder de Rede de Ação Política pela Sustentabilidade – RAPS

Eduardo Cavaliere | Secretário do Meio Ambiente do Município do Rio de Janeiro

Curadoria:

José Luiz Alquéres | Presidente do Conselho Estratégico da Casa Firjan

Mediação:

Julia Zardo | Gerente de Ambientes de Inovação da Firjan

Inscreva-se e assista à transmissão!

SERVIÇO

Data: 11 de agosto de 2021

Horário: 11:30:00

Tipo: Pensa Rio

Preço: Gratuito

ParticipeVer todos os eventos >

Agenda
03 DE AGOSTO DE 2021

CURSO ON-LINE

Carga horária 1h

Aula Aberta | Fundamentos do Marketing Digital

Aula experimental gratuita para que interessados possam entender melhor o tema e abordagem do curso de Marketing Digital

AQUÁRIO CASA FIRJAN

19h00

 

Duração 1h30

TRANSMISSÃO ON-LINE: Aquário | Pense como um futurista: Por que essa competência é fundamental para os líderes de hoje

No Lab de Tendências da Casa Firjan, alertamos sobre tendências inovadoras com impacto em negócios, profissões e na sociedade.

REFORMA DO IMPOSTO DE RENDA PODE RETIRAR R$ 2 BILHÕES DE PROJETOS SOCIAIS

Captação de Recursos 

Qual será o Impacto da proposta de reforma do Imposto de Renda, proposta pelo Governo Federal e já enviada à Câmara, nos incentivos fiscais para a área social?

 

A atual legislação que trata do Imposto de Renda de Pessoas Jurídicas no Brasil permite que até 9% do imposto devido seja destinado a projetos sociais previamente aprovados por organizações Públicas:

Limite do Imposto de Renda de Pessoas Jurídicas no Brasil nos Incentivos Fiscais para a área social

A forma como a legislação apresenta o incentivo esconde um detalhe relevante, que faz com que o incentivo seja bem menor que os 9% citados. Os percentuais apresentados acima incidem apenas sobre a alíquota básica do Imposto.

Conforme o art. 3º da Lei 9.249 de 1995, o IRPJ é formado por uma alíquota básica de 15% e um adicional de 10%, totalizando 25%. O adicional tem duas características específicas: i) incide apenas sobre o lucro que supera R$20 mil mensais; e ii) não aceita qualquer dedução.

Lei 9.249 de 1995
Art. 3º A alíquota do imposto de renda das pessoas jurídicas é de quinze por cento.
§ 1º A parcela do lucro real, presumido ou arbitrado, que exceder o valor resultante da multiplicação de R$ 20.000,00 (vinte mil reais) pelo número de meses do respectivo período de apuração, sujeita-se à incidência de adicional de imposto de renda à alíquota de dez por cento
§ 4º O valor do adicional será recolhido integralmente, não sendo permitidas quaisquer deduções.

 

A reforma proposta pelo Governo Federal e já enviada à Câmara prevê a redução da alíquota do IRPJ dos atuais 25% para 20%. Essa redução se dará exclusivamente na alíquota básica, que cairia de 15% em 2021 para 12,5% em 2022 e para 10% em 2023. O adicional segue mantido em 10%.

PL 2.337/2021
“Art. 8o A Lei no 9.249, de 1995, passa a vigorar com as seguintes alterações:
Art. 3o A alíquota do Imposto sobre a Renda e Proventos de Qualquer Natureza das Pessoas Jurídicas será de:
I – doze inteiros e cinco décimos por cento, nos períodos de apuração compreendidos entre 1o de janeiro e 31 de dezembro de 2022; e
II – dez por cento, nos períodos de apuração a partir de 1o de janeiro de 2023.”

 

Ao concentrar o corte do IR na alíquota básica, o governo promove uma redução considerável em uma série de incentivos fiscais sem precisar discutir individualmente cada uma dessas despesas tributárias. No Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias para o ano de 2022, identificamos uma previsão de despesa tributária de R$ 2,42 bi no ano de 2022 relativa aos incentivos para projetos sociais listados acima. Com a redução da alíquota básica do IRPJ proposta pelo governo, o potencial de financiamento de projetos sociais por empresas com a utilização desses incentivos será reduzido em cerca de R$800 milhões no ano de 2022.

Mas nada é tão ruim que não possa piorar. O relatório apresentado pelo relator, Deputado Celso Sabino (PSDB-PA), reduz a alíquota básica do IRPJ para 2,5%, gerando um corte superior a R$2 bilhões. Dos R$2,4 bilhões iniciais, passaríamos a apenas R$400 milhões, uma redução de R$2 bilhões ou 83% do potencial de investimento em projetos sociais.

reforma do imposto de renda
* A legislação que criou os incentivos para a área da saúde (PRONAS / PCD e PRONON) foi prorrogada até 2021 e por isso a previsão para 2022 está zerada. Mas já há projeto tramitando para garantir a prorrogação.

Cada incentivo fiscal previsto na legislação foi construído e debatido com a sociedade, teve o impacto nas contas públicas calculado e com isso definido seu limite de isenção. A revisão do IRPJ, ao concentrar a redução na alíquota básica, afetará uma série de políticas públicas implementadas por meio de incentivos fiscais, sem o devido debate sobre cada programa.

A proposta de redução ou mesmo a extinção de determinado programa governamental ou incentivo fiscal é legítima, assim como a revisão da forma de tributação da renda no país, mas não parece ser adequado um corte considerável em diversos programas sociais de forma indireta, sem que esse efeito seja devidamente explicitado e debatido. Principalmente quando a reforma avança em velocidade fora do padrão para um tema tão complexo. Apresentada pelo Poder Executivo em 25/06 (sexta feira), a matéria teve relator designado no dia 28/06 (segunda), tendo relatório apresentado em 2 semanas.

Embora os incentivos fiscais sejam formalmente atribuídos às empresas, a reforma terá um efeito devastador para a sociedade civil organizada, reduzindo consideravelmente os recursos disponíveis para projetos sociais em diversas áreas.

Projeto novo no ar: Axía PodCult!

O podcast da Axía Cultural trará conteúdo informativo sobre uso de dados e outros recursos de apoio ao seu trabalho na cultura e nas artes. Séries temáticas, artigos, entrevistas e muito conteúdo de valor para o seu dia a dia.
A Série e o episódio de estreia têm o mesmo nome: O Valor dos Dados para a Gestão Cultural, trazendo insights sobre oportunidades com o uso de dados no dia a dia.
Você pode ouvir em nosso canal no SoundCloud ou em sua plataforma favorita.
Axía PodCult, o podcast que amplia valor no mercado cultural!

26º Salão Jovem Arte

FALTAM APENAS DUAS SEMANAS para o fim das inscrições 😮😮
Lembrando que temos premiações de até R$ 8 mil.
E todo artista selecionado tem uma ajuda de custo de R$ 600 💖
Então, acione a criatividade e não deixe para última hora!
Poema Visual de Caio Augusto Ribeiro (@caio.subindo)
.
.
.
Corra e clica no site discosimaginais.com (link na bio) ⤴️

A ABGC APOIA A REDE DE PRODUTORES CULTURAIS DA FOTOGRAFIA NO BRASIL NA MOÇÃO ABAIXO

“A REDE DE PRODUTORES CULTURAIS DA FOTOGRAFIA NO BRASIL – RPCFB repudia a decisão da Justiça de Minas Gerais que determinou a retirada de painéis que integram a exposição “Democracia em Disputa”, que estavam instalados na fachada do Centro Cultural Bernardo Mascarenhas, em Juiz de Fora (MG), parte da programação da 73ª SBPC.
As fotografias que estavam na fachada do centro cultural mostram cenas que ocorreram no período da ditadura militar (1964-1984) e o processo de redemocratização que veio a seguir. É inconcebível este tipo de censura contra a documentação da própria História do país, onde a fotografia ocupa um papel narrativo crucial. É urgente a revisão da sentença e a suspensão deste ato antidemocrático. Pela garantia da livre expressão cultural!!!!
em 23/07/2021
NOTA DA PREFEITURA: A Prefeitura de Juiz de Fora vai recorrer da decisão do juiz de primeira instância Marcelo Alexandre do Valle Thomaz, que determinou a retirada do “material publicitário”, Exposição Democracia em Disputa, promovida pelo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Democracia e Democratização da Comunicação, realizada no Espaço Mascarenhas. A decisão de recorrer decorre das seguintes considerações:
1- A Exposição integra a programação cultural da 73ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, realizada na UFJF, com apoio da Prefeitura de Juiz de Fora e já percorreu diversas cidades do Brasil e do Mundo, com destacada valorização pela sua relevância:
2- A exposição na fachada do Centro Cultural Bernardo Mascarenhas não fere nenhum dispositivo legal.
3- O prédio do Espaço Cultural Bernardo Mascarenhas sempre foi utilizado para manifestações artísticas, como, por exemplo, a Cantata de Natal, sem que houvesse qualquer dano ao patrimônio histórico. O papel da FUNALFA não é o de curadoria e, muito menos, de censura a qualquer tipo de arte.
4- A Prefeitura, espera, assim, que seja respeitada a liberdade de manifestação artística e cultural.

Aulas no MAM Rio em parceria com a Associação Brasileira de Gestão Cultural

Via: MAM Rio

A Universidade Candido Mendes em convênio com a Associação Brasileira de Gestão Cultural, lançou em 2002 o primeiro MBA em Gestão Cultural do país. Em 2021, em sua 14a. turma, o curso acontece em formato híbrido, com aulas online e presenciais no MAM Rio. O modelo de residência profissional tem o objetivo de proporcionar aos alunos a oportunidade de vivenciar os desafios do cotidiano de museus e centros culturais de referência.

Essa experiência, aliada ao corpo de professores que reúne além do conhecimento teórico uma prática executiva de destaque, possibilita qualificar os alunos para atuarem nos mais variados segmentos da cultura em seus múltiplos estágios, desde a modelagem e gerenciamento de projetos e grandes eventos à gestão de instituições públicas, privadas e coletivos colaborativos.

O curso forma profissionais para atuar nos múltiplos segmentos da cultura, desde a modelagem e gestão de projetos e grandes eventos à gestão de instituições públicas, privadas e coletivos colaborativos, sempre com foco na interação sustentável entre cultura, mercado e desenvolvimento socioeconômico.

Para saber mais, acesse: www.abgc.org.br.

MBA em Gestão e Produção Cultural
Pós-Graduação Lato Sensu
Coordenação Acadêmica: Profa. Doutoranda Kátia de Marco
Coordenação de Conteúdo: Profa. Me. Yole Mendonça
Carga horária: 364 horas
Aulas aos sábados quinzenais: das 9h às 18h.
Local: Plataforma EAD ABGC e no MAM Rio
Telefone: (21) 3543-6489
WhatsApp: (21) 98796-6286

O Museu do Amanhã é indicado para destinos digitais do LCD Berlin Awards 2021 – Melhor experiência em museus digitais

Um museu experimental, onde o conteúdo é apresentado através de uma narrativa que combina o rigor da ciência com a expressividade da arte, utilizando a tecnologia para criar ambientes audiovisuais interativos. Para manter seus projetos vivos durante a pandemia, o Museu do Amanhã lançou diversas ativações digitais com o objetivo de quebrar as barreiras físicas, mantendo o público conectado à cultura por meio das redes sociais com a hashtag #MuseuEmCasa. Além da promoção de tours virtuais de exposições e acervos, uma grade de atividades fixas como Yoga lives, Reading Club e debates com especialistas foi levada ao público do museu, gerando uma rápida e importante reviravolta no cenário cultural brasileiro durante o período pandêmico .

 

https://museudoamanha.org.br/en

Instagram: https://www.instagram.com/museudoamanha/

 

https: //www.leadingculturedestination …

Instagram: https://www.instagram.com/lcd.travel/

 

#brazil #museum #virtualtour

 

Sobre os principais destinos culturais e LCD Berlin Awards 2021:

 

O LCD ilumina os destinos culturais mais excepcionais estabelecidos e emergentes em todo o mundo.

Lançado em 2014 por Florian Wupperfeld, nossos prêmios foram cunhados pela imprensa como “o Oscar dos Museus”. Em 2020, alcançamos mais de 450 milhões de viajantes internacionais por meio de nossa campanha de mídia, apoiada por nossos parceiros do visitBerlin.

 

O LCD oferece aos nômades culturais, entusiastas da vida noturna, fãs de comida, amantes da música e colecionadores de pessoas uma chance de descobrir os lugares que eles vão querer visitar quando a pandemia acabar – agora é a hora de marcar mentalmente todos os destinos que queremos explorar pessoalmente no futuro. Museus, galerias, arte de rua ou, em suma, a cultura única de um lugar e de sua gente são os principais motivos de uma visita. O LCD Berlin Awards mostra joias culturais novas, muitas vezes desconhecidas, que valem a pena ser descobertas – em Berlim e além. Hoje, museus e instituições culturais não são apenas lugares para ver grandes obras de arte; são lugares para desfrutar de um delicioso jantar com os amigos, encontrar ótimos presentes para a família ou até mesmo fazer uma festa do pijama, tudo acontecendo nos ambientes mais exclusivos. Hotéis e shoppings se tornaram destinos culturais, oferecendo experiências imersivas únicas para todos – não importa quantos anos tenham ou de onde venham. O LCD conecta pessoas com lugares e obras com destinos para construir seu patrimônio cultural, social e comercial.

 

Compartilhe seus lugares culturais favoritos conosco e continue viajando com inteligência.

 

Guia online traz diretrizes para criação de espaços de participação social nas cidades

Por:

Via: Educação e Território

Pilar na Constituição de 1988, a participação social nos processos decisórios do Brasil ainda é realidade distante para a maioria da população. Embora o voto e a escolha de representantes nas eleições seja parte importante deste processo, a sociedade civil raramente participa em conselhos, fóruns ou outras instâncias – e nem sempre elas são construídas para facilitar essa participação.

Para pensar cidades e territórios construídos a partir de perspectivas participativas, é preciso criar uma cultura de participação social. O Programa Cidades Sustentáveis, em parceria com o CITinova, criou o Guia de Introdução à Participação Cidadã. Disponível online, ele se configura como ferramenta para gestores públicos e sociedade civil na elaboração de políticas públicas participativas.

“A participação social é importante, por um lado, para fortalecer a democracia e ampliar as possibilidades de expressão da vontade popular, e, por outro, para qualificar a gestão pública”, enfatizou Murilo Gaspardo, diretor da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Estadual Paulista (FCHS/Unesp/Campus de Franca) e participante da elaboração do guia.

Ao longo da publicação, são apresentados conceitos, referenciais teóricos sobre o tema, indicadores e uma lista de instituições que trabalham com a temática. O material conta também com boas práticas e exemplos de participação cidadã em cidades brasileiras

Uma delas é em Araraquara, município do interior de São Paulo. Contrariando os modelos tradicionais de gestão, planejados a curto prazo e portanto mais sujeitos a mudanças quando ocorre a troca de gestão, a cidade tem um plano de gestão participativa com duração até 2050. O eixo guia do projeto é o direito à cidade, e o Plano Diretor se constitui em um documento decisivo para criação de uma cidade policêntrica, integrada e compacta.

Sistema municipal de política cidadã: uma diretriz para participação social 

Os capítulos finais da publicação Guia de Introdução à Participação Cidadã contém diretrizes e sugestões para implementação de um sistema municipal de participação cidadã. A ideia é que gestores de cidades e sociedade civil tenham um guia para criar espaços de participação nos âmbitos administrativos, normativos, pedagógicos, de mobilização e organização social ou até mesmo em escalas territoriais menores, como uma associação de bairro.

“Evidentemente, tais diretrizes podem e devem ser adaptadas às características de cada município. Para seu êxito, no entanto, não bastam apenas reformas institucionais. É necessário, por um lado, uma transformação cultural que possibilite a incorporação da participação cidadã como método de gestão municipal e, por outro, organização e mobilização social permanentes”, diz o guia.

*Foto de capa por Marcella Arruda. 

Diretrizes para a criação de um sistema municipal de política cidadã

Gilberto Gil é condecorado Doutor Honoris Causa pela Berklee

A Berklee College of Music é uma das mais conceituadas universidades de música do mundo

Por Julinho Bittencourt

Via: Revista Fórum

O cantor, compositor e ex-ministro da Cultura Gilberto Gil recebeu nesta segunda-feira (5), o título de Doutor Honoris Causa da Berklee College of Music, uma das mais conceituadas universidades de música do mundo.

Gil foi reconhecido pelas extraordinárias realizações de sua carreira e também pela forte influência de seu trabalho criativo e ativismo social e político em gerações de músicos em todo o mundo.

Ganhador de dois Grammys e de outras inúmeras premiações, Gil foi homenageado durante a cerimônia de formatura dos alunos realizada virtualmente e transmitida através do canal da universidade no YouTube.
Assista no vídeo abaixo, a partir de 48:10, a introdução exibida antes do discurso do artista brasileiro durante a cerimônia, incluindo passagens de sua carreira em vídeo.

O próprio Gil também compartilhou a honraria: