Espanha dá 400 euros para jovens de 18 anos gastarem em cultura

Por: O Globo – Madri

Via: O Globo

Jovens nascidos em 2004 na Espanha têm até o dia 15 de outubro para pedir o recebimento do Bono Cultural Joven, uma iniciativa do governo de Pedro Sánchez, do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE), com aproximadamente 3 mil empresas cadastradas, que visa a oferecer 400 euros para eles adquirirem e usufruírem de produtos e atividades culturais. O incentivo vale para filmes, livros, músicas, videogames e experiências no campo artístico, seja em formato físico ou digital.

Segundo o El País, o bônus consiste num cartão virtual pré-pago com disponibilidade para uso em determinadas lojas. Além disso, o benefício é dividido em três partes, de forma que 200 euros sejam voltados especificamente para artes performativas (teatro, show, cinema, museu, biblioteca, exposição e festival cênico, literário, musical ou audiovisual), 100 euros para produtos físicos (livros; revistas, jornais ou outros periódicos; videogames, partituras, discos, CD, DVD ou Blu-ray) e 100 euros para produtos digitais (plataforma de assinatura de música, de leitura, áudio-leitura e audiovisual, compra de audiolivros, de livros digitais, podcast, videogames, assinatura digital de jornal, revista etc). A expectativa é que cerca de 500 mil pessoas sejam beneficiadas pelo programa em 2022. Os jovens contemplados agora terão um ano de prazo para utilizarem a quantia oferecida.

— Queremos que os jovens celebrem sua maioridade de mãos dadas com a cultura. Queremos novos espectadores, novos leitores, queremos gerações futuras com muita fome de cultura — disse o ministro da Cultura espanhol, Miquel Iceta, no Museu de Belas Artes de Valência.

No site do programa, o governo explica que o objetivo do bônus não é apenas oferecer a quem completa 18 anos “um impulso econômico para descobrir e desfrutar da cultura”, mas também “revitalizar e dinamizar o setor cultural na Espanha, fortemente atingido durante a pandemia”.

— Esta iniciativa representa um investimento de 210 milhões de euros e um apoio determinado do Governo de Espanha ao setor cultural, gravemente prejudicado pela pandemia, e que sabemos que ainda está a recuperar. Além disso, procura reforçar a fruição cultural entre os jovens, consolidar hábitos e permitir-lhes descobrir novas experiências e disciplinas — afirmou Iceta.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.