O mais novo museu do Brasil: O Museu da Natureza

Foi inaugurado no dia 18 de dezembro de 2018 o mais novo museu brasileiro: o Museu da Natureza, localizado no sul do Piauí, dentro do Parque Nacional da Serra da Capivara – a região com maior número de sítios arqueológicos das Américas.

Idealizado pela arqueóloga e diretora da Fundação Museu do Homem Americano (Fumdham) Niède Guidon, o museu contará milhões de anos da história do planeta através de diversos recursos interativos e de audiovisual. Há mais de quarenta anos Niède Guidon é a principal responsável pela equipe que se dedica a encontrar e preservar as riquezas arqueológicas presentes na região.

“A Serra da Capivara é uma região única no mundo e eu queira que tudo ficasse pronto para que as pesquisas continuem, para que essa maravilha da Serra da Capivara atraia turistas para cá, para garantir o desenvolvimento da região”, diz a arqueóloga que há décadas trabalha em prol da preservação do Parque Nacional da Serra da Capivara. “O Museu da Natureza vai contar ao visitante toda a história da região. Eles vão ver os fósseis marinhos que nós temos e irão entender sobre o movimento tectônico que levantou a serra e jogou o mar para o Ceará”.

De acordo com Marcelo Dantes, curador do museu, as mudanças climáticas no planeta foram o ponto inicial para começar a contar a história do universo, dos animais e das plantas. Há, inclusive, uma sala dedicada à era glacial no estado do Piauí que ocorreu há milhares de anos, e fósseis de animais pré-históricos encontrados no Brasil como, por exemplo, a preguiça gigante.

“A ficha caiu para contar a história deste museu no momento em que a gente entendeu que a natureza respeitava uma entidade ainda maior do que é, que era o clima. E entendendo que, a cada mudança climática, uns seres vão, outros seres ficam, e assim vai. E aí a gente se depara com uma conclusão para isso: de que nós estamos, exatamente nesse momento, vivendo mais uma mudança climática”, afirmou.

A obra custou um total de R$ 14 milhões, teve financiamento do BNDES, e demorou um ano e meio para ser concluída. O horário de visitação é das 13h às 19h, todos os dias, exceto às terças-feiras. A entrada inteira custa R$ 30 e a meia R$ 15.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *